Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

O que diz São João sobre Maria?

Cerca do ano 100 foi redigido o Evangelho de João, chegando-se à máxima exaltação de Maria. Se Lucas a tinha apresentado ocupando um lugar-chave na história da salvação e o Apocalipse a tinha elevado como símbolo da Igreja perseguida, João apresenta-a como figura da Igreja gloriosa.

 

Embora nunca a designe por "Maria", nem mencione a sua concepção virginal, nomeia-a em duas cenas únicas. A primeira é nas Bodas de Caná (2,1-12), quando, no meio de uma festa, os noivos ficam sem vinho e, atendendo ao pedido de sua Mãe, Jesus transforma 600 litros de água, que os judeus utilizavam nas suas purificações, em 600 litros de vinho da melhor qualidade. Os biblistas consideram que estamos perante algo mais do que um episódio histórico, pois fala-se de uma boda, mas os noivos não são mencionados e é Maria que dá pela falta do vinho. Trata-se, pois, de um símbolo. Os profetas tinham anunciado umas grandes bodas para o fim dos tempos, nas quais Deus desposaria o seu povo, tal como o esposo desposa a sua esposa e serviria vinhos em abundância (Os 2,16-25; Is 54,4-5). Ora, em Caná, Jesus aparece como o verdadeiro esposo, visto ser Ele quem se encarrega de servir o vinho aos convidados e Maria é a noiva, símbolo da Igreja gloriosa, que se une definitivamente ao seu esposo, que é Cristo.

 

A segunda cena é quando Jesus se encontra no meio da agonia, tendo sua Mãe de pé, junto à cruz com o discípulo que Ele amava. Então disse a sua Mãe: "Mulher, eis aí o teu filho." E ao discípulo: "Eis aí a tua Mãe" (Jo 19,26-27). Neste caso, o discípulo amado não é uma personagem real, mas o símbolo dos primeiros cristãos e a Mãe de Jesus não é Maria, mas a Igreja, Mãe dos crentes. Por isso, o lado de Jesus, que é o novo Adão, é aberto com uma lança e dele brota sangue e água, símbolo do nascimento da sua esposa, a Igreja (tal como o lado de Adão tinha sido aberto, para que dele nascesse Eva, sua esposa).

 

Se Maria, no Apocalipse, foi elevada a símbolo da "Igreja-perseguida", e nas bodas de Caná a símbolo da "Igreja-esposa", junto à cruz é símbolo da "Igreja-Mãe".

 

 

(Adaptado de VALDÉS, Ariel Álvarez - Que sabemos da Bíblia? V. Apelação: Paulus, 1998)

 

publicado por ssacramento às 09:20
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO