Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Um ano a caminhar com São Paulo: "Pela graça de Deus sou o que sou"

Como terá sido realmente a conversão e vocação de Paulo? Comparando os textos (Act 22,3-21; Fl 3,2-11; Gl 1,11-24), notamos diferenças, algumas decorrentes do contexto histórico e literário em que foram escritos, outras indicativas da dimensão sobrenatural do acontecimento, pois sendo uma manifestação de Deus, torna-se díficil, indescritível, passá-lo à linguagem humana. Porém, há um elemento que é comum a todos os textos: a sua relação com o Evangelho da morte e ressurreição de Cristo.

 

Na 1ª Carta de São Paulo aos Coríntios (1Cor 15,1-11), Paulo refere que "sou o menor dos Apóstolos, eu que nem sou digno de ser chamado Apóstolo, pois persegui a Igreja de Deus. Mas, pela graça de Deus sou o que sou; e a graça que me foi dada, não foi estéril. (...) a graça de Deus que está comigo." Paulo insiste na graça de Deus. Porquê? De que graça se trata?

 

Em grego, graça diz-se kharis e tem a mesma raiz verbal de alegrar-se. Originalmente, aplicava-se à atitude ou gesto em que um superior se voltava e inclinava para um inferior, não porque este o merecesse, mas apenas pelo bem que lhe queria e a alegria que lhe dava. Este gesto é expressão de amor, amor até à exaustão. E foi exactamente isso que Deus fez inesperadamente por meio de Seu Filho (Rm 5,6-8; 8-32). Cristo morreu pelos nossos pecados, quer dizer, em total comunhão com Deus, abriu-nos o caminho para Deus e para a vida que só Ele pode dar (Rm 3,24), fazendo da Sua morte a entrega da vida por nós. Por isso, Deus o superexaltou (Fl 2,9) e, ao ressuscitá-Lo para a glória, perpetuou esse amor para além do tempo e espaço. Assim, a própria manifestação do Ressuscitado, em que Deus oferece esse amor gratuito, é, também ela, uma graça, que transforma radicalmente quem a recebe.

 

E foi nessa graça que Paulo, como muitos outros, teve a graça de participar. No seu caso, a graça foi maior pois recebeu-a em plena perseguição da Igreja de Deus. Por isso, Paulo se chamou a si mesmo (ou outros, desdenhosamente, o chamaram) de aborto, ou seja, se Deus o tinha segregado desde o seio materno para o constituir mensageiro do Seu Filho (Gl 1,15), então Paulo, desde o seu nascimento até encontrar Cristo, não passou de um nato morto. Foi tal a transformação que Deus operou em Paulo, que ele próprio em 2Cor 4,6 (e baseando-se em Gn 1,3 e Is 49,6) a interpreta como uma verdadeira criação.

 

É assim que Paulo passa a irradiar o que conhece, ou Aquele por quem foi conhecido, e o Evangelho passa a fazer parte integrante da vida de Paulo: alguém cuja vida é uma expressão do conteúdo anunciado. Também nós só precisamos de nos deixar conquistar e alimentar pela graça que o Apóstolo nos oferece nesta passagem do Evangelho. Porque não voltar a lê-lo?

 

 

(OLIVEIRA, Anacleto - Um ano a caminhar com S. Paulo. Palheira: Gráfica de Coimbra,2008)

publicado por ssacramento às 21:19
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO