Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Rezar a imagens?

Muitas vezes, os cristãos são acusados de adorarem imagens ou ídolos. Quantas vezes, ao longo da vida, já nos ajoelhámos diante de uma imagem a rezar...

 

Todos sabemos que Deus, como ser espiritual e invisível, não pode ser esculpido em imagens, como qualquer coisa material. No Antigo Testamento temos expresso o próprio mandato do Senhor de não construir representações da sua divindade. Mas Jesus Cristo foi homem, Nossa Senhora mulher, os santos e santas criaturas humanas, logo seres capazes de serem representados em imagens, esculpidas, desenhadas ou pintadas.

 

Porém, ao rezarmos diante de um crucifixo ou imagem, não é ao crucifixo de madeira ou bronze, nem à representação humana em gesso ou pedra, que nos dirigimos e veneramos. Eles são representações de Alguém que amamos, de Alguém a quem queremos pedir a intercessão junto de Deus, de quem viveu no nosso mundo e que, pela sua vida santa e evangélica, mereceu da Igreja o título de santo e a certeza da sua presença no céu.

 

A estátua de um herói, de um escritor, a fotografia ou pintura de um familiar falecido, merecem-nos respeito, trazem-nos recordações do passado, e são para nós motivo de alegria, saudade, exaltação. Quando olhamos a fotografia dos nossos pais ou de alguém amigo, todos sabemos que não são eles que ali estão, mas uma simples representação. Assim acontece na vida de oração: não rezamos a imagens, mas às pessoas que representam e através delas falamos com Deus. Quando alguém se ajoelha diante da estátua de um santo, não adora um ídolo, mas quer testemunhar por esse gesto, a súplica interior, não à imagem, mas ao santo ou santa que a imagem representa, e que sabe estar no céu, já glorioso e a interceder pelos homens seus irmãos.

 

(PEDROSO, Dário - Senhor, ensina-nos a rezar. Braga: Editorial A.O.,1987)

publicado por ssacramento às 09:13
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO