Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Os nosso ídolos

Como concebemos a Deus quando rezamos? O "rosto" de Deus está intimamente ligado à nossa oração e influencia o nosso diálogo com Ele, o progresso da nossa intimidade.

 

Enquanto Moisés estava no cimo do monte a falar com o Senhor, o Povo eleito construiu um bezerro de oiro e adorou-o. Nós não vamos tão longe, mas muitas vezes vemos Deus segundo um conceito errado, uma imagem desfigurada, quer dizer, criamos verdadeiros ídolos de Deus. No livro do Génesis diz-se que Deus conversava com os primeiros Pais e passeava com eles pela frescura da tarde. São símbolos maravilhosos para nos dar a entender e fazer penetrar na amizade de intimidade que havia entre Deus e os homens antes do pecado. Presença amiga, diálogo íntimo entre amigos que se conhecem e se amam.

 

Com o pecado o homem afastou-se, escondeu-se, perdeu a intimidade e a facilidade de diálogo, experimentou a distância. Começou a ver Deus de outro modo e passou a ser uma relação de medo e afastamento, de cólera e castigo.

 

Mas o homem do século XXI continua a criar e a ter ídolos acerca de Deus. Para muitos o Senhor é o Juiz que castiga; é um Deus polícia que nos vigia, fiscaliza, sempre pronto a ver quando caímos para nos "passar a multa"; é um Deus de comércio com o qual temos transacções: "eu dou-te isto, eu prometo aquilo, se Tu me concederes tal graça". É um Deus longínquo, abstracto, com o qual não posso ter um diálogo amigo. É um Senhor que governa e mexe todos os cordelinhos das marionetas e é culpado do mal que sofremos e que invade o mundo.

 

Tantas visões falsas, tantos ídolos, tanta maneira de adulterar a visão de Deus, que é Pai, que é Amor.

 

 

(PEDROSO, Dário - Senhor, ensina-nos a rezar. Braga: Editorial A.O.,1987)

publicado por ssacramento às 09:28
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO