Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Vencida a morte, toda a esperança é possível

Os últimos dias foram vividos pela Igreja Católica com uma intensidade digna de registo. A Ressurreição de Jesus Cristo ainda está "recente" entre nós; permitiu-nos, como dizia D. Manuel Clemente, bispo da diocese Portucalense, numa das suas homílias, passar da «obscuridade à plena luz». Tudo ficou mais transparente e cristalino: «Passámos a outra compreensão das coisas; é tudo tão surpreendente que não o imaginaríamos nunca, apesar das profecias». E nós, passados 2000 anos, embora não sendo contemporâneos de Jesus, somos privilegiados, pois podemos reflectir, escutar, ler a mensagem de Jesus e sabermos o que se passou.

 

D. Manuel Clemente arranca uma frase admirável na sua homília da Vigília Pascal: «Vencida a morte, toda a esperança é possível». Esta é de facto uma frase maravilhosa. E porquê? Ela encaixa de uma forma perfeita no nosso tempo de injustiças, crueldades, mas também nos transmite, de uma forma esclarecedora, esperança de uma vida melhor. Neste sentido, o bispo do Porto dá-nos a receita para que possamos usufruir de um dos maiores dons de Deus , a vida:

  1.  Guardar e fazer frutificar a criação, sem a deteriorar nem distorcer a sua realidade própria e o seu equilíbrio geral.
  2. Reconhecer e respeitar activamente a vida de Deus, em cada pessoa, da concepção à morte natural.
  3. Tudo fazer para que as famílias se constituam com responsabilidade e viabilidade, como células insubstituíveis duma sociedade inteiramente humana.
  4. Conseguir que todos acedam ao trabalho que , além de necessário para ganhar o sustento, é condição indispensável para a realização de cada ser humano.
  5. Empenhar-se em tudo o que contribua para a justiça e a paz num mundo que é de todos e para todos, como Deus o criou e agora recupera em Cristo

Seria bom que nós cristãos meditassemos nestas sábias palavras, de forma a que «não nos diga respeito a crítica dum filósofo oitocentista, que não acreditava nos cristãos por não parecerem discípulos de um ressuscitado..»

 

(Adaptado de Homilia do Bispo do Porto na Vigília Pascal, 2009)

publicado por ssacramento às 21:30
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO