Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Um ano a caminhar com São Paulo: "Se alguém não quer trabalhar, também não coma"

Para a maioria das pessoas o trabalho é o principal ganha-pão. É a trabalhar que as qualidades da pessoa mais se manifestam. Daí a variedade de profissões que, na sua complementaridade, são um dos principais factores de progresso e da união, imprescindíveis em qualquer sociedade organizada.

 

Mas o trabalho também é um dever. Em 2 Ts 3,6-13, Paulo aborda esta questão do trabalho. Perante o drama do desemprego, que a tantos afecta, será justo dizer que se alguém não quer trabalhar, também não coma?

 

No referido texto bíblico, o motivo que levava alguns cristãos de Tessalónica a proceder desordenadamente, deixando de trabalhar e fazendo coisas inúteis, tinha lógica: o dia do Senhor estava iminente e, com ele, o fim do mundo, para quê então trabalhar, se o produto do trabalho estava condenado à ruína. Não era preferível dedicar-se a outras actividades, mais especificamente religiosas, para assim estarem melhor preparados para receber o Senhor?

 

Para o cristão, o trabalho é um dever por ser um exercício da caridade. Como tal, não está condicionado à sua remuneração. Não é que não tenha esse direito. Mas o cristão trabalha, primariamente, porque ama. Com o produto das suas mãos e do seu cérebro eleva o mandamento do Criador: crescei e multiplicai-vos, enchei e dominai a terra (Gn 1,28) à dimensão ilimitada e incondicional, própria da caridade que Ele manifestou em Cristo.

 

Paulo também refere que o trabalho deve ser feito com tranquilidade: não vivendo para trabalhar, mas sim o contrário. Quem tudo sacrifica aos lucros do trabalho, acaba por arruinar a sua vida e a dos outros e por faltar à caridade e à vigilância por ela exigida.

 

 

(OLIVEIRA, Anacleto - Um ano a caminhar com S. Paulo. Palheira: Gráfica de Coimbra, 2008)

publicado por ssacramento às 22:49
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO