Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

Saber mais sobre o Mestre - I

Os primeiros cristãos não entenderam a pessoa de Jesus toda de uma vez, mas gradualmente. Quando os apóstolos souberam da morte e ressurreição de Jesus, saíram a pregar esta inacreditável notícia. Era algo tão extraordinário, tão maravilhoso, tão inaudito, que se converteu na única mensagem que lhes importava comunicar à gente.

 

Por isso, a única coisa que os cristãos pregaram, durante a primeira etapa da vida da Igreja, foi que Jesus tinha morrido e ressuscitado, e que assim se tinha tornado o Filho de Deus. Portanto, quando os cristãos quiseram pôr por escrito algo da vida de Jesus, o único que lhes pareceu importante escrever foram os detalhes da sua morte e ressurreição.

 

Assim nasceram os relatos da paixão do Senhor: a prisão, a flagelação, as humilhações dos soldados, as negações do seu amigo Pedro, a coroação de espinhos, o julgamento perante o governador Pilatos, a crucifixão, os apupos da multidão, as horas de terrível agonia, a sua morte como um criminoso, e finalmente, a triunfante ressurreição.

 

Esta foi a primeira etapa e os apóstolos  procuravam convencer os seus ouvintes deste grande prodígio ( a ressurreição de Jesus), e que Deus tinha realizado agora em Jesus. Nos próximos artigos vamos pois saber as restantes etapas da vida da Igreja no que diz respeito à pessoa maravilhosa que foi Jesus.

 

 

 

Artigo de Ariel Álvarez Valdés in Revista Bíblica - Nov./Dez 2010

publicado por ssacramento às 18:41
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO