Sábado, 1 de Outubro de 2011

Trabalhar na "vinha" do Senhor

Esta parábola da vinha é um símbolo de Deus com o seu Povo. Há um esquema que se resume assim: o dono da vinha preocupa-se pessolmente com ela e cuida-a; é Sua e, como tal, mantém-na e quer que produza. Arrenda-a a uns rendeiros para que a trabalhem, mas esses pensam que é sua, fazem-se "donos e senhores" do que lhes foi entregue. Ocupam-se mais em ser propriétários que em ser trabalhadores da vinha.

 

Negam-se a reconhecer os direitos do seu senhor e maquinam a forma de ficar com a vinha, sem excluir a morte do filho do seu senhor. Sentem-se tão donos da vinha, que se arrogam todo o poder. Não nos lembra esta história alguma outra, onde uns espertinhos que começam como sócios com outros, e poucos dias depois apanham tudo e deixam tranquilamente na ruína mais absoluta os que antes chamavam íntimos amigos? Mas na parábola, o dono da vinha tem poder para pôr as coisas no seu devido lugar.

 

A novidade na parábola de Jesus é que "põe nome", os "espertinhos rendeiros": são nada mais nada menos que os seus interlocutores. Esta parábola não é um ontem. Tem presente. Ser chamados a trabalhar na vinha do Senhor não nos dá nenhum direito a pensar que a vinha é nossa. Sempre há, sempre haverá trabalhadores que se sentem "servos" e reconhecem o seu Senhor. E o seu Senhor não os abandonará.

 

 

(GINEL, Álvaro; AYERRA, Mari Patxi - A palavra do Domingo - Comentário e Oração. Porto: Edições Salesianas, 2006)

 

publicado por ssacramento às 23:05
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO