Terça-feira, 12 de Junho de 2007

"Palavras escandalosas de Jesus" (II)

"Se o teu olho é para ti ocasião de pecado, arranca-o" (Mc. 9,47)

A afirmação parece violenta e selvagem. Aquele que curava os cegos nunca exigiu que os seus ouvintes se cegassem voluntariamente. Jesus, tal como os pregadores do seu tempo, usou uma linguagem chocante para acentuar o que pretendia dizer.

A palavra "escândalo", em grego, significava uma pedra meio enterrada no chão e as pessoas que não lhe prestassem atenção esbarravam contra ela e caíam por terra. Este vocábulo irá servir para designar tudo o que pode provocar uma queda. A frase de Jesus pode traduzir-se por: "Se o teu olho te faz cair, arranca-o!". Mas a fórmula continua curiosa, pois, normalmente, o olho ajuda a prevenir e a evitar o obstáculo.

Num sentido mais amplo, o escândalo pode referir-se a tudo o que arrasta à queda e pecado. Assim, um olhar malicioso pode arrastar o seu autor para o pecado. Através de uma fórmula de choque, Jesus coloca-nos de sobreaviso contra os olhares que afastam de Deus e dos outros. Mas Jesus não se apresenta como um dador de conselhos e sim como um enviado de Deus, que vem proclamar uma maravilhosa Notícia a toda a gente e, por isso, temos ainda que procurar um outro sentido.

"Mais vale entrares com um só olhar no Reino de Deus, do que, tendo os dois olhos, seres lançado na geena" (Mc 9,47), quer dizer, do que ser excluido definitivamente do Reino de Deus. Assim, o objectivo a atingir é o Reino de Deus. A grande infelicidade será a de não poder chegar lá. Há séculos que as pessoas do Seu tempo aspiravam a um mundo totalmente novo, que não seria marcado pela miséria, a injustiça, as doenças, as guerras... que elas sempre conheceram.

Jesus, da parte do próprio Deus, anuncia a chegada deste mundo novo: o Reino de Deus, um mundo que Ele mesmo governa. Não entrar neste Reino é, efectivamente, a catástrofe suprema. Havia que fazer tudo para lá chegar! Tinham que afastar todos os obstáculos que impedissem essa chegada.

O Reino de Deus é o bem mais precioso, ainda mais que a menina dos olhos. "Se a tua mão é para ti ocasião de escândalo, corta-a... Se o teu pé é para ti ocasião de queda, corta-o... Se o teu olho é para ti ocasião de pecado, arranca-o..." (Mc 9,43-47). Jesus acumula estas imagens para dar a entender a necessidade de dar prioridade total ao Reino de Deus sobre todos os outros bens.

As mãos, os pés, os olhos... Tudo o que é infinitamente precioso para toda a gente torna-se secundário em relação à participação no Reino de Deus.

Os discípulos de Jesus sentiram-se transformados pelos acontecimentos da Páscoa. O Espírito deu-lhes a conhecer que Jesus, morto na cruz, agora estava vivo, com uma vida nova junto do Pai. O Reino de Deus começou realmente porque Jesus de Nazaré participa plenamente no mundo de Deus. Os discípulos também descobriram que o Reino de Deus se constrói desde já nesta terra, para todos os que vivem do Espírito de Jesus. Eles tornam-se missionários para anunciar, por sua vez, esta feliz notícia.

Também para eles, não se trata de arrancar olhos, cortar pés ou mãos, mas de fazer compreender que o Reino de Deus está muito acima de todas as coisas e que é preciso investir nele. É a prioridade das prioridades. Como cristãos de hoje, esta frase de Jesus provoca-nos: será que a nossa prioridade é sempre o Reino de Deus?

(Revista Bíblica, nº 234)
publicado por ssacramento às 22:35
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO