Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Ainda sobre o Evangelho de Infância de Mateus

O massacre dos meninos de Belém e a fuga para o Egipto são dois dos episódios do Evangelho de Mateus que fazem lembrar Moisés.

O massacre dos meninos de Belém (2,16-18) só aparece neste Evangelho. Na época viveriam em Belém cerca de 1.000 pessoas, logo não haveria lá mais de 20 meninos com mais de dois anos. Mateus não descreve um facto histórico, que não conhecemos de outras fontes, mas faz uma reflexão sobre o que aconteceu no Antigo Testamento e encontra, na ligação das infâncias de Moisés e Jesus, duas crianças perseguidas como tantas outras, mas salvas milagrosamente da morte. Os episódios do Antigo Testamento relativos a Moisés cumpriam-se, atingiam a plena realização em Jesus.

A fuga para o Egipto (2,13-15) nada tem de anormal. Quando havia algum problema em Israel, as pessoas tinham tendência a fugir para o Egipto, por motivos económicos e políticos. Aí se refugiaram personagens importantes desde o tempo dos Reis até aos Macabeus. O desterro de Jesus no Egipto é pensado tendo em conta o desterro do patriarca José (Gn 37-50), que foi vendido pelos seus próprios irmãos para o Egipto. O patriarca Jacob/Israel, depois de José, também desceu até ao Egipto. Assim, Mateus tem um bom motivo teológico e histórico para falar da ida de Jesus para o Egipto.

A caminhada para o Egipto era feita em 5 ou 6 dias. Durante o reinado de Herodes, muitas famílias fugiram para o Egipto por causa da perseguição do rei e seus descendentes. O exílio da Sagrada Família foi curto, pois Jesus nasceu pouco tempo antes da morte de Herodes e voltou pouco depois do início do reinado de Arquelau. Terá durado um máximo de 2 anos.

(Artigo Herculano Alves, Revista Bíblica Novembro/Dezembro 2007. Cena retratada no Museu de Cera, Fátima)
publicado por ssacramento às 10:30
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO