Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Compreender o Baptismo de Jesus com o Papa Bento XVI

Nas narrativas da infância, Lucas refere que o início da vida de Baptista se deve ter situado "no tempo de Herodes, rei da Judeia" (Lc 1,5), logo apresenta uma visão que permanece no âmbito da história judaica. Por outro lado, quando escreve sobre a infância de Jesus começa com as palavras: "Por aqueles dias saiu um édito da parte de César Augusto" (Lc 2,1), quer dizer, integra-O no horizonte da grande história universal, representada pelo império romano.

Lucas retoma este fio da missão universal de Jesus ao introduzir o relato do baptismo, registando que "no décimo quinto ano do reinado do imperador Tibério sendo Pôncio Pilatos governador da Judeia, Herodes tetrarca da Galileia, seu irmão Filipe tetrarca da Abilena; sob o pontificado de Anás e Caifás..." (Lc 3,1s). Deste modo, com a nomeação do imperador romano (Tibério) é indicada novamente a colocação temporal de Jesus no âmbito da história universal: a actividade de Jesus é um acontecimento histórico que pode ser datado de modo preciso, distinguindo-se da intemporalidade do mito.

Contudo, não é apenas uma datação: o imperador e Jesus personificam duas ordens diferentes da realidade, que não se excluem uma à outra, pois, na sua contraposição, encontra-se o rastilho de um conflito relacionado com as questões fundamentais da humanidade e da existência humana ("Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus", Mc 12,17). Quando o império romano passa a interpretar-se como divino, então os cristãos devem "obedecer antes a Deus do que aos homens" (Act 5,29), tornando-se mártires, testemunhas de Cristo, tendo Ele mesmo morrido sob Pôncio Pilatos como "a testemunha fiel" (Ap 1,5). Com a menção do nome de Pôncio Pilatos, a actividade de Jesus é posta, desde o início, sob a sombra da cruz. A cruz é anunciada também nos nomes de Herodes, Anás e Caifás.

(Adaptado de RATZINGER, Joseph - Bento XVI. Jesus de Nazaré. Lisboa: A Esfera dos Livros, 2007)

publicado por ssacramento às 09:16
link do post | comentar | favorito
|

.Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Visite Pão e Vida

Visite Casa-Acolhimento Santa Marta

.Fuego Santo

.subscrever feeds

.pesquisar

 

.Visite

.posts recentes

. Maria...

. Mãe admirável

. Apóstolos S. Pedro e S. ...

. A boca do justo proclama ...

. Um "novo humanismo"

. Isabel e Maria

. Solenidade de S. João Bat...

. Eu vos dou graças, Senhor...

. Não perca hoje na nossa p...

. Os pais de Maria

. Não podemos aceitar que o...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

. Jesus fala aos meninos da...

. A Igreja Católica e o Ano...

. Educação Moral e Religios...

. Morte e Vida: Perspetiva ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Counters
Free Counter
blogs SAPO