Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

5ª Semana da Quaresma - Terça-feira

27.03.07 | ssacramento
No passado domingo, 25 de Março celebrou-se a solenidade da Anunciação da Virgem Maria, que coincidiu com o quinto domingo da Quaresma e, por isso, se celebrou ontem. Neste domingo, o Papa Bento XVI ao rezar a oração do Angelus, na praça de São Pedro, no Vaticano, fez referência a esta solenidade afirmando que a "Anunciação, narrada ao início do Evangelho de São Lucas, é um acontecimento humilde, escondido -- ninguém o viu, só o presenciou Maria --, mas ao mesmo tempo decisivo para a história da humanidade. Quando a Virgem pronunciou o seu «sim» ao anúncio do anjo, Jesus foi concebido e com Ele começou a nova era da história. (...)

«Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra». A resposta de Maria ao anjo continua na Igreja, chamada a tornar presente Cristo na história, oferecendo a sua própria disponibilidade para que Deus siga visitando a humanidade com a sua misericórdia.
 
O «sim» de Jesus e de Maria renova-se, deste modo, no «sim» dos santos, especialmente dos mártires, que são assassinados por causa do Evangelho. Sublinho isso recordando que a 24 de Março, aniversário do assassinato de Dom Oscar Romero, arcebispo de San Salvador, celebrou-se a Jornada de Oração e de Jejum pelos Missionários Mártires: bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos, assassinados no cumprimento da sua missão de evangelização e de promoção humana. Eles, os missionários mártires, como diz o tema deste ano, são «esperança para o mundo», pois testemunham que o amor de Cristo é mais forte que a violência e o ódio. Não buscaram o martírio, mas estiveram dispostos a dar a vida para serem fiéis ao Evangelho. O martírio cristão só se justifica como supremo acto de amor a Deus e aos irmãos.

Neste período da Quaresma contemplamos mais frequentemente a Virgem, que no Calvário sela o «sim» pronunciado em Nazaré. (...) Invoquemos com confiança a sua intercessão para que a Igreja, fiel à sua missão, dê ao mundo inteiro testemunho do amor de Deus."



(publicado pela Agência Internacional Católica de Notícias Zenit)