Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Santa Catarina

À semelhança do que ocorre noutros locais do país, também na cidade do Porto encontramos muitos símbolos e sinais que nos lembram a religiosidade do passado. Aliás, os espaços (mais ou menos) diários por onde circulamos podem servir de momento de reflexão e de encontro com o Senhor ou com os seus mártires. Um destes exemplos é visível na Rua das Flores, uma rua que remonta ao século XVI e era denominada Rua de Santa Catarina das Flores.

Na verdade, em algumas fachadas desta e de outras ruas da cidade deparamo-nos com relevos similares aos dois que nos surgem nas imagens ao lado. O que representam esses desenhos?

A resposta é simples: são rodas das navalhas de Santa Catarina e identificam as casas que pertenciam à Confraria de Santa Catarina.

Sobre Santa Catarina conta a lenda que era filha do rei de Alexandria e era uma jovem bonita e inteligente. O imperador romano Maximino Daia ter-se-á apaixonado pela jovem, mas esta recusou-se ao dito imperador alegando que ele era casado. O imperador convocou alguns sábios para provarem a Catarina que Jesus, se morrera na cruz, não era Deus. A verdade é que a santa manteve a sua posição e conseguiu mesmo convertê-los ao cristianismo. Face ao ocorrido, o imperador mandou torturá-la com uma roda que tinha oito braços e em cada braço surgia uma ponta de ferro, tipo navalha, mas a roda nenhum dano causou a Catarina. Deste modo, o imperador ordenou que fosse decapitada, porém quando o fizeram, em vez de sangue, jorrou leite. Assim, Santa Catarina passou a ser invocada pelos que trabalham com rodas e pelas mães que amamentam os filhos. A sua festa celebra-se a 25 de Novembro.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D