Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Blogue da Paróquia do Santíssimo Sacramento

Um ano a caminhar com São Paulo: "Sois concidadãos dos santos e membros da casa de Deus"

26.01.09 | ssacramento

Em Ef. 2,11-22, Paulo mostra como a Igreja adquiriu os qualificativos de una, santa, católica e apostólica, e o contexto em que é possível fazer deles o objecto da nossa fé. De um passado de exclusão dos gentios do povo de Deus, passou-se a um presente de plena integração numa Igreja una. No centro está o processo salvífico de unificação, santificação e alargamento à escala mundial, levado a cabo por Cristo, sob mediação apostólica.

 

A intervenção salvífica de Cristo converge para a paz. Cristo é mesmo chamado "a nossa paz", porque, contrariamente aos habituais mediadores da paz, não se limitou a unir os dois povos em litígio (gentios e israelitas), mas destruiu as armas da inimizade: os mandamentos e prescrições da Lei judaica foram destruídos com a morte na cruz de Cristo. Ao contrário dos outros mediadores de paz, Cristo criou em si próprio um só homem novo, deixando de haver dois povos rivais. As diferenças que os distinguiam, passaram a estar ao serviço da complementaridade que une os membros do mesmo corpo. Contrariamente aos outros pacificadores, que se retiram após a reconciliação, Cristo permanece no homem novo por Ele criado.

 

A unidade de uma só Igreja é expressa por duas imagens: a primeira é de ordem sócio-económica (constituímos uma só comunhão, em que o estrangeiro se torna concidadão dos santos, de imigirante passamos a membros da casa de Deus); a segunda vem da arquitectura (a consistência do edifício em que nos integramos deve-se ao seu fundador, Cristo vitorioso sobre a morte). A Igreja nasce do anúncio feito pelos Apóstolos, testemunhas oculares, e pelos Profetas, espécie de intérpretes do Evangelho. Mas é da comunhão trinitária que vem a nossa comunhão em Igreja. 

 

  

(OLIVEIRA, Anacleto - Um ano a caminhar com S. Paulo. Palheira: Gráfica de Coimbra, 2008)